terça-feira, 9 de junho de 2009

WESLEY GALVÃO LEAL 9a EQUIPE DE VPC


Wesley Galvão Leal


Olá, sou a filha mais nova do Wesley, que hoje nos faz tanta falta. Meu pai faleceu na manhã de sábado,dia 30 de maio de 2009, por conta de um câncer no pâncreas que descobrimos no ano passado. Passou por sessões de quimioterapia, e até voltou ao trabalho. Passamos ótimos momentos juntos nesses últimos meses... No período de uma semana o câncer espalhou para outros órgãos. Ele foi sedado quinta-feira a noite, para diminuir o sofrimento, mas estava ciente de todo o procedimento que seria feito. Estava tranquilo, e disse que iria em paz... Graças a Deus temos a certeza de que meu pai está no braços do Senhor. E nós estamos sendo sustentados pelas orações e pela força dos irmãos, e por Deus. Minha mãe, Angela frequenta a PIBA (Primeira Igreja Batista de Atibaia), a qual meu pai também era membro. Agradecemos as orações de todos. Abraços, Larissa e Angela.

Um comentário:

sania disse...

Queridas Larissa e Angela,

Coincidentemente meu nome eh Wesley Galvao Porto, muito parecido com o do seu querido e saudoso pai.

Eu estava procurando algo no google com o meu nome e acabei achando essa mensangem que escrevem expressando a saudade desse meu chara.

So de olhar para a sua foto logo posso ver o valor que esse homem tinha na vida de voces e de tantos os que ele teve a oportunidade de marcar com o carater de Jesus.

Conheco muito bem a saudade de um pai querido. Neste julho passado completou-se 6 anos que o Pai Celeste chamou o meu para o Seu repouso eterno. Somente gente como voces sabem que saudades nos sentimos. Quanto mais amamos mais sentimos.

Todavia, nosso conforto esta na firme e viva esperanca que temos em Jesus. Meu pai, como o teu, era um homem de Deus. Veio a conhecer a Jesus quando eu ja era pastor, e Deus me deu o privilegio de batizar o meu pai. Por anos ele foi um diacono muito atuante na Igreja Presbiteriana de Uberaba, onde fizemos o seu culto funebre.

Ficam conosco muitas imagens (inesqueciveis). Todavia, depois que ele se foi, meu filho que muito pouco teve a oportunidade de conviver com seu avo, aos 7 anos, teve uma visao de meu pai no ceu louvando junto com tantas outras pessoas ao Senhor Jesus. Eu lhe perguntei se ele tinha falado com meu pai nessa experiencia indescritivel. Ele disse que nao, pois Jesus nao lhe permitia ter contato com aqueles que ja estavam com Ele na gloria. Ao fim de me relatar a sua experiencia,meu filho me perguntou se ele poderia ir brincar com Jesus mais uma vez como tinha acontecido...

Enfim, estou lhes escrendo nao para lhes piorar a dor da separacao. O que eu gostaria de fazer eh lhes expressar que, apesar dessa saudade aguda (especialmente a do primeiro ano), sempre seremos confortados com o mesmo Espirito que um dia nos deu a vida, nos derramou o sangue vertido ha dois mil anos por Jesus, nos trouxe o alivio do perdao, nos da hoje a certeza da vida eterna, e nos garante que os que partiram simplesmente sao vitoriosos ja desfrutando das glorias do Senhor em quem somos mais que vencedores.

Meu pai para mim sempre foi e sera um exemplo, um heroi, um amigo, uma lembranca a ser curtida (nao menos que o de voces, tenho certeza). Bem antes do seu falecimento tive o privilegio de honrar meu pai dando-lhe seu nome ao nosso primogenito.

Foi uma grande honra chamar meu filho com o mesmo nome de meu pai (Sergio). Tao grande quanto a saber que carrego o mesmo nome que o pai de voces.

Graca e paz.

Pr. Wesley Galvao Porto

PS. eu lhes escrevo usando o computador na casa de um membro de nossa igreja, por isso o email que aparece ai nao eh o meu. Para correspondencia comigo escreva para pastorweseleyporto@hotmail.com